Como realizar a conciliação de vendas com o Pix

Como realizar a conciliação de vendas com o Pix

Anunciado há alguns meses, o Pix, novo meio de pagamento desenvolvido pelo Banco Central do Brasil (BACEN), começa a valer para o público-geral a partir de 16 de novembro. Com isso, muitos empresários devem estar se perguntando: como será a conciliação de vendas com o Pix?

Isso porque, com a novidade e as possibilidades desse novo meio de pagamento, será natural que clientes queiram adotá-lo no dia a dia e urgente que empresas, varejo principalmente, atendam a essa demanda.

Considerando esse novo contexto, nós da Boavista Tecnologia sabemos exatamente como ajudar você.

Pix: mais um meio de pagamento

Desde que foi divulgado pelo BACEN, muito se comentou sobre a possibilidade de o Pix aniquilar outros meios de pagamento, como os cartões de crédito e, consequentemente, levar as operadoras de cartão a uma situação crítica.

Mas não é bem assim. Explicamos o impacto do Pix e o novo cenário que se desenha no mercado de meio de pagamentos no e-book “Pix: tudo o que você precisa saber”.

O Pix surge como mais um meio de pagamento, ou seja, mais uma forma de pessoas fazerem seus pagamentos e transferências e empresas honrarem seus compromissos financeiros, bem como, no caso do varejo, oferecer outra possibilidade aos seus clientes.

Para isso, os usuários (independentemente de cadastro físico ou jurídico) devem criar suas chaves de endereçamento nos bancos nos quais têm conta para que seja possível realizar as transações via Pix.

Além disso, há a possibilidade de uso de QR Codes, que podem ter informações fechadas para um único uso (o que o BACEN chama de QR Codes dinâmicos) e editáveis, com informações novas a cada uso (chamados de estáticos).

Nesse novo cenário, caso alguém queria fazer uma transferência para outra pessoa, seja um DOC ou um TED, ela poderá simplesmente fazer um Pix. Mas quais as vantagens desse processo?

Em vez de esperar um ou dois dias para a transferência ser concluída, bastará esperar, segundo estimativa do BACEN, apenas dez segundos. Além disso, o usuário deixará de pagar as taxas que geralmente são cobradas pelos bancos para transações como essa.

Por sua vez, o varejo passará a ter a possibilidade de ofertar um QR Code aos seus clientes no ato do pagamento. Em um contexto de maior adaptabilidade ao novo meio, poderá, inclusive, pagar fornecedores e até mesmo funcionários.

Conciliação de vendas em cartão atualmente

Olhando para o agora, temos a seguinte situação que já deve ser bem conhecida: quando uma compra é feita via cartão de crédito/débito, o valor é recebido pelo POS ou TEF, registrado pelo seu sistema de gestão (ERP) e transmitido para a operadora. Em outro momento, a operadora repassa o valor da compra para o seu banco, que, por sua vez, credita o valor na sua conta corrente.

No Método Boavista de Conciliação, de forma resumida, as informações do seu ERP, os valores repassados pelas operadoras com as quais você trabalha e os números dos seus extratos bancários são confrontados para que seja possível identificar possíveis falhas.

Conciliação de vendas com o Pix

O quadro muda um pouco na conciliação de vendas com o Pix. Antes de tudo, não há intermediários nesse processo, pois o processamento das informações é realizado diretamente pelo Sistema de Pagamentos Instantâneos, a infraestrutura criada pelo BACEN para liquidar as transações via Pix.

Por esse motivo, os pagamentos e recebimentos ocorrem de forma mais rápida e segura. As empresas, portanto, deixam de ter um agente intermediador e recebem mais rápido os valores que antes seriam recebidos em dias.

Para se aprofundar um pouco mais em como funcionará o processo de conciliação de vendas com o Pix, confira o nosso e-book no qual apresentamos, além deste, outros tópicos relacionados a esse novo meio de pagamento:

  • As multiplicidades de uso do Pix;
  • Vantagens para pessoas físicas e empresas;
  • O futuro das operadoras de cartão;

Se você ainda tem dúvidas sobre como adicionar o Pix na sua rotina de recebimentos, clique no banner a seguir para receber nosso e-book e descubra!

PixPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *