6 ações para promover a transformação digital nos supermercados

6 ações para promover a transformação digital nos supermercados

A tecnologia trouxe novos hábitos de consumo para a sociedade, inclusive na forma como fazemos nossas compras e nos relacionamos com pessoas e, claro, com empresas.

Isso prepara o terreno para a transformação digital nos supermercados também. Com o crescimento do marketing digital nos últimos anos, as pessoas têm migrado cada vez mais para o ambiente virtual na hora de conhecer ou “visitar” esses estabelecimentos.

Mesmo antes de a pandemia causada pela Covid-19 acelerar ainda mais esse processo de modernização, o mercado de consumo já estava sofrendo mutações. Novas tendências para supermercados explodiram nos últimos anos ao mesmo tempo que comportamentos de consumo foram remodelados.

Pensando nisso, apontamos 6 ações que devem ser colocadas em prática para promover a transformação digital nos supermercados.

Transformação digital nos supermercados: 6 ações importantes

#1 Investir em Marketing Digital

Gostaríamos de compartilhar alguns dados relevantes sobre o mundo digital

  • 51% da população mundial já têm acesso à internet, segundo dados da  União Internacional de Telecomunicações.
  • 9 horas e 14 minutos é o tempo médio que uma pessoa gasta diariamente usando a internet, de acordo com o Comitê Gestor da Internet no Brasil,
  • 53,3% do tráfego global na internet já vêm de smartphones, é o que também diz as empresas We Are Social e  Hootsuite.
  • 51% dos usuários conheceram uma nova empresa ou um novo produto em meio a uma pesquisa, conforme dados da Hubspot.

Esses números apontam que o mundo está se digitalizando, criando novas formas de consumo e percepção de marcas e produtos.

Portanto, cabe às empresas, e isso inclui também os supermercados, perceberem o poder das ferramentas digitais e promover ações que alavanquem a marca nesse ambiente para atrair novos clientes e fidelizar os já existentes.

#2 Ser omnichannel 

Você certamente já deve ter ouvido falar sobre “omnichannel”. E o que isso significa? Ser omnichannel significa estar onde o seu cliente está, isto é, em todas as plataformas digitais, em todas as formas de dispositivos. É integrar todos os canais da empresa para que a experiência do cliente seja única.

Site, aplicativo e marketplace tornam-se um só para que os supermercados acompanhem a transformação digital vivida pelos clientes. Mas esse processo não é realizável da noite para o dia.

É preciso, antes de tudo, promover uma mudança de mindset nas equipes que atuam nesses grandes estabelecimentos para que se perceba que não existe mais canais on ou off-line, e sim apenas canais. São por eles que os clientes passam e precisam ser utilizados para fisgar sua atenção.

#3 Estar no digital vendendo

Durante a pandemia, 46% da população brasileira aumentou seu volume de compras na internet, de acordo com dados da Mastercard e Americas Market Intelligence (AMI). Um movimento impulsionado pela pandemia.

Nesse contexto, os aplicativos de supermercados foram a opção para muitas pessoas que ficaram impossibilitadas de sair de casa em decorrência do isolamento social.

Isso mostra o valor tanto para empresa quanto para clientes de estar no mundo digital. Foi assim que muitos puderam fazer suas compras e ter insumos para passar os dias distante do mundo lá fora. Foi assim que muitos negócios não quebraram.

Mas vale ressaltar, como falamos anteriormente sobre relacionamento, que os clientes, hoje em dia, compram de quem gera valor para eles. Não basta vender, é preciso de que essa compra é diferente da compra em outro estabelecimento.

E isso se dá por meio de estratégicas de venda que coloquem o cliente no centro, e não a sua necessidade de lucro.

#4 e também conversando

Em um estabelecimento físico, os produtos estão à espera do consumidor e ele deve buscar o que lhe é necessário. Entretanto, quando estamos falando em e-commerce, você que deve tornar a experiência da compra atrativa para seu cliente e fornecer para ele exatamente aquilo que ele procura ou possa vir a se interessar.

Isso quer dizer que o processo de transformação digital nos supermercados envolve também uma mudança na relação com o consumidor, que deve passar a ser o centro da tomada de decisões da empresa e receber tratamento personalizado no ambiente virtual.

Hoje, o meio digital é o principal meio de estreitamente das relações entre empresas e consumidores, pois o alcance por lá é muito maior. Nas redes sociais, principalmente, você pode atingir quem dificilmente passaria na calçada do seu supermercado.

No entanto, com uma comunicação assertiva e eficaz, essa pessoa pode ir até a sua porta por ter sido atraído e ter se identificado com a proposta de valor que você carrega ao seu estabelecimento.

#5 Reestruturar rotinas internas  

Promover uma transformação digital não é apenas investir em estratégias ou ferramentas de marketing digital ou montar um e-commerce em site ou aplicativo. Esta transformação passa também por mudanças de mindset.

2020 ensinou que podemos ir além e desmitificar ideias que antes eram consideradas inviáveis, como trabalhar remotamente ou rever projetos e processos antes indispensáveis.

Supermercados são feitos de pessoas, que compõem setores (administrativo, financeiro, comercial, marketing), que são responsáveis por processos (contas a pagar e a receber, publicidade, comunicação, contratações etc.).

Logo, tem-se o ambiente perfeito para a implantação de metodologias ágeis, que são, em linhas gerais, estratégias que visam tornar os processos mais correntes e assertivos, com foco no atingimento dos objetivos da empresa, sejam micro ou macro.

Elas buscam tornar times mais alinhados tanto quanto à comunicação quanto às possibilidades de entrega.

#6 Automatizar processos

Continuando a falar sobre equipe, atente para a quantidade de processos internos que são feitos manualmente e, ainda assim, não entregam o valor que se espera. Não estamos dizendo que o serviço esteja sendo feito à revelia, mas que vai além das possibilidades manuais.

Ser digital é também digitalizar o ambiente interno, revendo processos e trazendo automações para onde você menos imagina e onde mais importa.

A conciliação de vendas é um exemplo disso. Esse processo é extremamente importante para qualquer empresa varejista, afinal somente com ela você saberá se está recebendo de fato por tudo que vendeu.

No entanto, quando feita manualmente, pode trazer uma série de prejuízos, já que demanda muito tempo do time financeiro, é passível de erros e não apresenta exatidão no resultado final.

Apostar em uma plataforma de conciliação de vendas é a saída para ter a certeza de seus ganhos, tornar sua equipe mais produtiva e relacionar-se com mais confiança com as operadoras de cartão.

Lembre-se: a transformação digital nos supermercados só começa quando você tem a consciência de que precisa mudar de dentro para fora, primeiramente, para acompanhar as tendências do mercado e atingir os objetivos que deseja de forma clara e assertiva.

Se você achou esse conteúdo interessante, tenha certeza de que produzimos outros bem bacanas no decorrer do ano. Quer receber esses materiais? Então, clique no banner a seguir e acesse nossa página!


Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *