Black Friday: saiba como evitar problemas financeiros com o grande fluxo de vendas - Blog da Boavista | Conciliação Financeira

Black Friday: saiba como evitar problemas financeiros com o grande fluxo de vendas

Desde a adesão da Black Friday no Brasil em 2010, os comerciantes sempre aguardam ansiosamente pelo aquecimento das vendas na última sexta-feira de novembro. 

Segundo uma pesquisa realizada pela Ebit Nielsen, plataforma de opinião de consumidores, a temporada de compras com descontos deve movimentar cerca de R$ 10 bilhões no mercado financeiro nacional. 

Só em 2020, a Black Friday apresentou um salto de 31% nas vendas em comparação ao ano de 2019. A porcentagem representa um total de R$ 5,1 bilhões. Um dos maiores volumes de vendas já registrado no país.  

Você está preparado para este grande fluxo de movimentações? Como você realizará a gestão de todo esse dinheiro? 

Os preparativos para o período vão muito além do abastecimento de estoque e reforço na mão de obra. É necessário realizar a conciliação da receita da sua empresa. 

Por isso, separamos para você algumas dicas essenciais para vender muito na Black Friday e não ter problemas com a perda de dinheiro posteriormente. 

Cuidado com as fraudes


Conforme a ClearSale, empresa especializada em soluções antifraude, as práticas de fraudes devem crescer em torno de 52% na Black Friday deste ano. O risco não é apenas para o consumidor, mas principalmente para o lojista também. 

Hoje você tem a garantia do recebimento de cada operação realizada nas maquinetas de cartões e no e-commerce? A possibilidade de fraude pode até parecer algo distante, mas ela é mais comum do que se imagina, chegando até através dos chargebacks.

O processo de conciliação é uma etapa empoderadora de gestores financeiros. Foi assim que uma rede de postos do Rio de Janeiro, cliente da Boavista Tecnologia, conseguiu identificar fraudes praticadas por seus próprios funcionários ao conciliar dados e as vendas com auxílio do nosso módulo e-Extrato Card.

A empresa sofreu um prejuízo de, em média, R$ 28.000,00. Ter a ajuda de uma ferramenta que audite todo o processo é imprescindível para o bom andamento do seu negócio. 

Fique atento às tarifas das operadoras de cartões 

Cada adquirente cobra uma taxa diferenciada para a realização das operações de vendas em cartões de crédito ou débito e para as antecipações. É importante você ter a garantia que está sendo cobrado o valor exato por elas. 

Digamos que, a sua operadora cobra 1% de taxa na bandeira mastercard, às vezes ao longo do mês esses valores podem apresentar inconsistências e serem cobrados uma taxa maior do que a combinada em contrato. 

No primeiro momento, pode até não fazer uma grande diferença em sua receita, no entanto o acúmulo dessas cobranças geram um grande rombo milionário no faturamento total.

Verifique os pagamentos feitos por PIX

Lançado no final de 2020 pelo Banco Central, o PIX tornou-se um dos meios de pagamentos preferidos entre os consumidores. A funcionalidade traz mais agilidade para cliente e empresa por conta da instantaneidade das operações. 

Porém, como toda transferência de valores, ele não é totalmente confiável. Durante a operação, podem ocorrer duplicidade de vendas, estornos ou até mesmo erros nos valores recebidos. 

Assim como as vendas em dinheiro e cartão, as realizadas via PIX também merecem atenção redobrada.


Atente-se às compras parceladas 


As compras parceladas são uma garantia de que você terá dinheiro em caixa nos próximos meses. Mas quem tem a certeza que esses valores realmente entrarão na conta da sua empresa? Realizar esse acompanhamento de forma manual apresenta várias falhas. 

Concilie as suas vendas 

Seguir todas essas dicas parece uma missão complicada, mas você sabia que é possível automatizar todo esse processo com um conciliador financeiro? 

A junção de uma boa plataforma e o suporte de um time de especialistas é essencial para maior controle de cada centavo gerado pelo seu negócio. 

A conciliação economiza horas, identifica inconsistências de vendas e repasses, audita contratos e identifica a origem de cada transação. Além disso, é uma bússola para guiar na tomada de decisão. 

Quer saber mais sobre o assunto? Conheça as nossas soluções e fique atento às atualizações do nosso blog sobre o mercado financeiro. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.