Reduza a taxa de inadimplência utilizando tecnologia e automação

Reduza a taxa de inadimplência utilizando tecnologia e automação

Com a crise da pandemia causada pelo novo Coronavírus (Covid-19), podemos perceber a instabilidade econômica que se gerou no país.

Os casos de inadimplência crescem de forma exponencial no mercado, fazendo com que muitas empresas tomem prejuízos financeiros por oferecer produtos e serviços a clientes que podem ter grandes chances de não cumprirem seus acordos.

Nesse ponto, a gestão financeira das organizações precisa buscar estratégias mais eficientes para promover um caixa empresarial sustentável a partir de recursos tecnológicos.

A automação inteligente pode oferecer excelentes análises e integração de sistemas de apoio, contribuindo com estratégias para reduzir a taxa de inadimplência nos negócios.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, leia o post até o final e saiba mais!

Taxa de inadimplência: o que é e por que é importante?

Para que possamos entender de fato o que é a taxa de inadimplência, é necessário separar as palavras e buscar entendê-las de forma isolada. Sendo assim, a inadimplência nada mais é do que o não cumprimento de um acordo.

Em outras palavras, é quando um indivíduo não realiza o cumprimento de sua obrigação previamente estabelecido. Quando falamos a respeito da taxa de inadimplência, entende-se que é exatamente um percentual de devedores em atraso no mercado ou de um processo específico, considerando um período de 90 dias em mora.

Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, em julho de 2020 tanto o endividamento, quanto a inadimplência no Brasil estão em altos.

Entre os entrevistados, foi constatado que cerca de 67,4% se encontravam em quadros de endividamento no período. Além disso, a pesquisa apontou diferentes motivos para essa provável inadimplência: cheque especial, cartões de crédito, prestações de lojas, entre outras questões pertinentes.

Ainda de acordo com a pesquisa do CNC divulgada pelo Globo, o principal vilão da inadimplência é o cartão de crédito, ocupando a primeira posição no ranking.

Como a taxa de inadimplência afeta o meu negócio?

Sabendo que a inadimplência é um problema que afeta milhões de consumidores no mercado, é possível mensurar as consequências disso para a saúde financeira do seu caixa empresarial. Confira abaixo algumas relações:

Atraso ou falta de pagamento pelos clientes

Sendo um dos principais motivos para contribuir com a inadimplência empresarial, a falta de pagamento pelos clientes reduz drasticamente o fluxo de caixa e, consequentemente, o capital de giro para assegurar a sobrevivência da empresa no mercado.

Por gestores financeiros não conseguirem ter uma noção do que entrará no caixa nos meses seguintes, o planejamento estratégico e a tomada de decisão se torna ineficiente, especialmente em ações para conter imprevistos externos (como crises econômicas);

Redução do lucro

Para gerar competitividade no mercado, não é somente o pagamento das dívidas que tornará a empresa em destaque. É necessário investir continuamente em tecnologias e recursos cada vez mais otimizados para acelerar e qualificar os processos internos. Com a baixa lucratividade oriunda de clientes inadimplentes, seu negócio se torna ainda mais instável no mercado.

Negação de benefícios bancários

Caso a sua empresa decida solicitar empréstimos bancários para alcançar um determinado objetivo, é bem provável que não consiga a concessão.

Instituições bancárias precisam ter a certeza de os empréstimos serão devolvidos, e para isso, farão análises financeiras no seu negócio, seja com extratos, históricos, relação de clientes versus a quantidade de repasses mensais e dentre outras questões relacionadas ao seu financeiro.

Ao perceber que sua empresa possui muitos clientes, mas não há pagamentos proporcionais a esse número, as instituições dificilmente liberam crédito.

Comprometimento das atividades

Se não há recursos financeiros disponíveis para suprir as necessidades do seu negócio, os processos e as atividades internas podem ser reduzidas, o que favorece um déficit na qualidade das operações.

Colaboradores sendo desligados, maquinários sendo vendidos para compensar os prejuízos financeiros e setores internos sendo extintos, acabam colocando a empresa em posições menos competitivas no mercado.

Como reduzir a taxa de inadimplência na minha empresa?

Existem inúmeras maneiras de evitar a taxa de inadimplência em organizações, especialmente com o apoio da tecnologia. Confira abaixo algumas ações e estratégias interessantes:

Automatize o processo de cobrança

Sabemos que trabalhos excessivamente manuais podem consumir um tempo precioso, além de prováveis erros por falta de atenção ou experiência. Nesse quesito, busque automatizar processos para obter um controle financeiro ainda mais sustentável e consciente.

  • A implementação de softwares para controlar vendas e recebimentos em cartões pode ser eficiente, uma vez que elimina custos com atendimento humano e realiza a cobrança de seus clientes de forma automática. Os benefícios são diversos:
  • Envio de alerta aos clientes sobre pagamentos próximos ou em atraso;
  • controle do fluxo de caixa;
  • ajuda a empresa a ter diversos canais para prestar atendimento, quando necessário;
  • reduz custos com mão de obra e maquinário;

Conheça seu cliente e mantenha seus dados por perto

Não é pelo fato de um determinado cliente pagar uma conta em atraso, que isso significa que ele seja um mau pagador. Sabemos que circunstâncias podem ocorrer.

Por isso, tenha sempre as informações e histórico de seus clientes sempre por perto, avaliando seu comportamento frente aos pagamentos, e, caso seja necessário, intervir e oferecer melhores propostas financeiras de pagamento (mais parcelamentos, redução de juros, entre outros).

Otimize o seu processo de análise de crédito

Antes de fidelizar um novo cliente, certifique-se de que o mesmo tenha um bom histórico de pagador. De nada adianta obter todos os recursos para otimizar e aprimorar o acompanhamento de pagamentos de seus clientes, se você não sabe de fato para quem está vendendo.

Por isso, antes de qualquer coisa, certifique-se de que sua empresa feche contratos com pessoas responsáveis. Se houver dificuldades financeiras por parte do cliente no meio do caminho, você terá todo o aporte tecnológico e automatizado a sua disposição para traçar estratégias financeiras eficientes, de forma que sua empresa e seu cliente se beneficiem juntos.

Gostou das dicas? Agora que você conhece as principais formas para reduzir a taxa de inadimplência otimizar a gestão financeira da sua empresa, que tal ampliar o seu conhecimento sobre o assunto?

Assine nossa newsletter e receba mais dicas para ter uma gestão financeira empresarial ainda mais eficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *