Teste de software: a diferença do Black, Gray e White Box 

Teste de software: entenda as diferenças entre Black, Gray e White Box 

O desenvolvimento de software envolve diversas atividades de produção nas quais há uma grande possibilidade de ocorrerem falhas. A atividade de teste de software tem crescido muito nos últimos anos devido a fatores como a importância dos produtos com qualidade oferecidos aos clientes e, apesar de poderem ser bastante onerosos, os testes de software auxiliam na obtenção de software de maior qualidade.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

O que é um teste de software?

O testes de software examina o comportamento do produto por meio de sua execução, e é uma forma de se garantir a qualidade. Verificação (no contexto de testes) é o conjunto de atividades que garante que o software implementa corretamente uma função específica, enquanto validação garante que o mesmo corresponde aos requisitos. Erros são cometidos pelos programadores, ocasionando inconsistências, deficiências e comportamentos inesperados (fora da especificação), falhas.

Testes de Caixa Branca (White Box)

White Box Testing está testando a codificação interna e infra-estrutura de uma solução de software. Concentra-se principalmente no fortalecimento do salvaguardar, o fluxo de entradas e saídas através da aplicação e a melhoria do design e usabilidade. O teste de caixa branca também é conhecido como teste Clear Box, teste Open Box, teste estrutural, teste baseado em código e teste de caixa de vidro.

Benefícios do teste White Box

  • Otimização de código ao encontrar erros ocultos.
  • Também podemos automatizar facilmente os casos de teste para a caixa branca.
  • O teste é mais completo, porque geralmente verificamos todos os caminhos de código.
  • Os testes podem começar no início do projeto, mesmo que a GUI não esteja disponível.

Desvantagens do teste White Box

  • O teste da caixa branca pode ser complexo e dispendioso.
  • Os desenvolvedores que geralmente executam casos de teste para caixas brancas o detestam. Os desenvolvedores, portanto, não testam a caixa branca em detalhes, o que pode levar a erros de produção.
  • Além disso, o teste de caixa branca requer ferramentas profissionais e conhecimento profundo programação e implementar.
  • Teste de caixa branca é demorado, leva tempo para testar maiores aplicações

Testes de Caixa Preta (Black Box)

O oposto do teste de caixa branca é teste de caixa preta. Isso está sendo testado de uma perspectiva externa ou do usuário final. O teste do Whitebox, por outro lado, é baseado na operação interna de um aplicativo e é sobre testes internos.

O termo “whitebox” é usado por causa do conceito da caixa transparente. O nome Caixa branca simboliza a capacidade de percorrer a camada externa do software (ou “quadro”) em relação à operação interna. Da mesma forma, o nome ‘black box’ em ‘Black Box Testing’ simboliza que não podemos ver o funcionamento interno do software. Portanto, só podemos testar a experiência do usuário final.

O que é o Gray Box?

O teste da caixa cinza é quando o testador tem um entendimento parcial da estrutura interna do sistema em teste. O teste de caixa cinza é um processo para depurar aplicativos de software, fazendo uma entrada pelo front-end e verificando os dados no back-end.

Vantagens dos testes Gray Box

  • O teste da caixa cinza é feito do ponto de vista do usuário final e não da perspectiva do designer ou do engenheiro.
  • Oferece os benefícios dos testes de caixa preta e caixa branca juntos.
  • Serão baseadas em especificações funcionais, histórias de usuário e diagramas de arquitetura, permitindo a verificação dos requisitos originais.
  • Os testes serão imparciais, pois haverá mais discussões entre os pensamentos dos testadores de software e os pensamentos do designer ou engenheiro.

Desvantagens dos testes Gray Box

  • O teste de caixa cinza também pode levar muito tempo para testar todos os caminhos de entrada, e algumas vezes isso não é realista.
  • Geralmente, resulta em uma cobertura de teste mais baixa do que em testes de caixa branca e preta separadamente.
  • Pode não ser adequado para testar alguns tipos de funcionalidade.

Por que fazer teste de software?

O teste de software é muito importante na garantia de controle da qualidade do sistema. Ele deve garantir que o sistema atenda todos os requisitos conforme o cliente solicitou.

Os testes são ferramentas que as empresas utilizam para minimizar custos financeiros e evitar que a reputação empresarial diminua.

As entradas (inputs) e saídas (outputs) de todo software devem ser confiáveis. Para isso são necessários os diversos tipos de testes para simular determinados comportamentos da aplicação, geralmente antes de sua liberação do ambiente de produção. Se justificam pela necessidade de se verificar a correta execução de determinada atividade e correticidade frente aos requisitos, também identificando anomalias devido a erros.

Quero implantar testes, por onde começo?

  1. Ter um profissional capacitado e exclusivo para o cargo.
    Os profissionais exclusivos encontram mais erros por estarem focados somente naquela atividade.
  2. Alinhamento e cumprimento dos itens mais conhecidos e comuns.
    Ao manter uma lista dos itens comuns a serem testados e mantidos garante-se que nada escape ao olhar do testador, da gestão e do cliente.
  3. Garantia de que todos os itens são testados em cada bateria de teste.
    A utilização de um checklist, manual ou automatizado, deve garantir que a bateria de testes, execute o máximo possível dos passos em seu conteúdo.
  4. Incremento da lista com os itens encontrado e selecionados como necessários.
    Passos que sejam descobertos tardiamente devem ser incluídos no checklist a fim de demonstrar a preocupação com a qualidade dos testes e do software como um todo.
  5. Tenha total atenção aos detalhes
    A utilização destas ferramentas e artifícios faz com que os detalhes se tornem “amigos” íntimos tanto dos times de teste bem como dos outros times da organização, tornando natural o entendimento de como os serviços de software devem se comportar.

A atividade de testes de software está cada vez mais mais requisitada hoje em dia para uma melhor qualidade de entrega de produto final, as empresas estão investindo nessa área pois viram a importância e o impacto que a mesma traz. Um software bem testado vai para o cliente final com uma boa qualidade, isso traz retorno a empresa positivamente, tanto o cliente fica vendo a empresa com bons olhos como com certeza fica mais fácil esse cliente indicar a sua empresa para amigos que precisam dos mesmos serviços.

Isso é tudo, fique a vontade para comentar qualquer dúvida estarei a disposição para responder. Até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *