Adiantamento de Recebíveis: como obter recurso a curto prazo

Adiantamento de Recebíveis: como obter recursos a curto prazo

Possuir um financeiro saudável e previsível a longo prazo é um sonho para quase todos os gestores. Contudo, em algumas situações é preciso reequilibrar as contas ou de uma injeção de investimento para manter a máquina rodando. E essa urgência geralmente requer dinheiro “para ontem”!

Um exemplo desse cenário é a atual pandemia do Coronavírus. Ela impactou diretamente o fluxo de caixa de empresas em todo o mundo. Isso fez com que a própria existência dessas corporações ficasse ameaçada.

Uma das melhores opções nesses casos é fazer um adiantamento de recebíveis e ganhar capacidade competitiva. Isso pode ser a grande virada para negócios considerados “não essenciais” e, por isso, não podem abrir suas lojas físicas na quarentena.

Quer ter jogo de cintura e acompanhar o ritmo dos concorrentes durante a pandemia? Leia este texto até o final e descubra como obter recursos de forma descomplicada.

Diferença entre antecipação de recebíveis e empréstimos

Vamos imaginar uma situação. Você administra uma rede de restaurantes e recebe, por delivery, cerca de R$ 80.000,00 no cartão de crédito. Entretanto, o seu faturamento despencou com o início da quarentena e as contas continuam chegando.

Em outras palavras, é preciso obter recursos para investimentos a curto prazo! Afinal, seus estabelecimentos estão de portas fechadas.

A solução seria, no cenário tradicional, ir a uma instituição financeira e solicitar um empréstimo. Tudo isso, claro, associado às tarifas e condições que agradam mais ao banco do que a você.

Já ao antecipar recebíveis é possível transformar a venda em cartões em recursos imediatos no caixa da sua empresa. Ou seja, a sua loja pode solicitar que as adquirentes adiantem os pagamento de parcelas. Assim não precisaria aguardar o fim do mês, ou prazos mais longos, para reaver o valor negociado com o cliente.

Alguns cuidados

A antecipação de recebíveis é uma ótima estratégia, principalmente para as empresas que possuem uma vida financeira organizada e com planejamentos claros a médio e longo prazo.

Vale ressaltar que, assim como toda operação de crédito, essa modalidade provoca custos que variam em porcentagem e quantidade.

Por isso, o pedido de antecipação pode ser benéfico para momentos de crise. Contudo, o uso contínuo, sobretudo de forma automática, pode comprometer o controle do fluxo de caixa. Aqui vão algumas dicas de como realiza esse processo de forma certa.

Realize um planejamento ao adiantar parcelas

Nunca deixe de realizar um planejamento quando decidir pelo adiantamento de recebíveis. Escolha as parcelas que satisfaçam a necessidade de dinheiro rápido e que não comprometam seu fluxo de caixa.

Não esqueça de que ao optar por receber os valores em uma nova data, esse dinheiro não pode ser contabilizado em planejamentos futuros.

Nunca realize esse processo por telefone

Essa é uma etapa que muitos gestores optam pelo atendimento telefônico. O que pode ser um baita problema. Afinal, as informações repassadas podem não ser analisadas estrategicamente.

É muito comum, nesses casos, as empresas anteciparem as parcelas que beneficiam apenas as adquirentes. E, assim, um recurso que poderia ajudar sua organização acaba prejudicando-a.

Garanta que a antecipação não vai ser automática

A antecipação de recebíveis automática, diferente da eventual, não necessita contatos com a adquirente informando quais parcelas deseja antecipar.

Diariamente, ou não, a depender do acordo, você receberá o valor das suas vendas a crédito realizadas até o dia anterior, de forma automática.

Contudo, fazer antecipação automática e de forma constante poderá causar grandes perdas financeiras na sua empresa.

Lembre-se: ao adiantar você reduz os recursos futuros, o que pode comprometer a liquidez da sua empresa.

Não esqueça de calcular as taxas

Vamos pensar no exemplo do início deste texto, em que seus restaurantes vendem por cartão de crédito. Ao pedir um empréstimo, você solicita um dinheiro que não é seu. O risco de inadimplência, entretanto, é reduzido ao antecipar o recebimento do que você já receberá.

Por isso, as adquirentes facilitam o processo e aplicam taxas de juros geralmente menores que outras instituições financeiras. Contudo, essas cobranças ainda precisam passar por uma consideração rigorosa.

A taxa de antecipação obedece a proporção dos dias antecipados de cada parcela. Em outras palavras: quanto mais “distante” for o mês do prazo original de recebimento da parcela, maior será a taxa aplicada.

Ou seja, o adiantamento de uma parcela com vencimento em um mês será descontada em X% vezes 1. Já para vencimentos em 60 dias, a taxa será X% vezes 2. E assim por diante.

Redução da burocracia e novas negociações

O processo de antecipação de recebíveis normalmente é rápido e fácil. Basta fazer a solicitação, escolher as parcelas e decidir quais datas disponíveis fazem sentido para esse investimento.

Com essa injeção de dinheiro, a sua empresa pode negociar condições diferenciadas com fornecedores e barganhar descontos ou mercadorias melhores.

Os seus clientes também podem ser beneficiados com prazos de pagamento facilitados e pedidos maiores.

Pronto para dar fôlego para sua empresa com adiantamento de recebíveis? Assine nossa newsletter e receba direto na sua caixa de entrada mais conteúdos que irão fazer a sua corporação crescer!

1 Comentário

  1. http://Alberto 28/04/2020 at 11:08 am

    Excelente material!!!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *