Pix: entenda o que muda com a implantação da terceira fase do open banking - Blog da Boavista | Conciliação Financeira
Pix

Pix: entenda o que muda com a implantação da terceira fase do open banking

O sistema de pagamentos Pix foi lançado oficialmente em novembro de 2020. Desde então, a nova modalidade tem ganhado cada vez mais força entre os varejistas e diferentes segmentos de mercado. 

Prestes ao seu lançamento, o Pix já somava cerca de 30 milhões de chaves cadastradas. Atualmente, a modalidade segue batendo recordes, como o do dia das mães deste ano, ultrapassando 73 milhões de transações em apenas um dia. Os valores marcaram R$ 42,1 bilhões, recorde liquidado em apenas um único dia.

Apesar do pouco tempo de existência, o sistema passa por constantes atualizações e promete trazer cada vez mais funcionalidades para os usuários, sobretudo após a implantação da terceira fase do open banking. 

E como ficará o Pix com a implantação da terceira fase do sistema bancário aberto? Neste artigo, explicaremos todas as atualizações para você. 

Pix e o open banking 

A terceira fase do open banking foi implementada no dia 29 de outubro. Essa etapa permite que as instituições bancárias e fintechs compartilhem informações sobre as transferências via pix.  

Agora o iniciador de pagamentos está disponível sem a necessidade de passar pelos bancos. A iniciativa traz grandes expectativas para os ambientes virtuais, como e-commerces por exemplo, pois o cliente poderá finalizar o pagamento na mesma página em que realizar a compra. Esse detalhe é essencial para a redução de desistências das compras e abandono dos carrinhos, o que potencializa as compras por impulso. 

Devido ao seu aprimoramento após a efetivação da nova fase do open banking, o sistema de pagamentos instantâneo foi nomeado como PIX 2.0. Confira abaixo quais as principais atualizações:

1- Agilidade nos pagamentos: o pix agora permite realizar pagamentos sem a intermediação do banco. Após você autorizar o compartilhamento das suas informações, não precisará mais entrar no app do seu banco ou escanear o QR Code sempre que for pagar algo. 

2- Pagamento direto nas lojas digitais: com a chegada da fase três do open banking, os consumidores podem fazer pagamentos diretamente nas lojas digitais por meio de aplicativos dos varejistas ou das redes sociais. Você precisará informar apenas a chave de identificação, assim a loja recebe o valor e o seu banco é acionado automaticamente.

3- Conectividade com o sistema financeiro nacional: você pode permitir o compartilhamento de informações entre bancos, fintechs, seguradoras e cooperativas. 

4- Redução do limite diário de transações: o limite diário para transferência é de R$ 1.000,00 nas transações realizadas entre 20h e 6h. Outra medida adotada é o prazo de 24h para ampliar os limites de transações. 

Veja as futuras implementações do open banking

Fase quatro: prevista para o dia 15 de dezembro, a nova etapa visará a troca de informações entre instituições financeiras sobre câmbio, investimentos, previdência, seguro e demais produtos financeiros.

Contas do mesmo banco e TED: prevista para entrar em vigor a partir do dia 15 de fevereiro de 2022, a etapa permitirá o compartilhamento de serviços de transferências entre contas do mesmo banco e TED.

Proposta para aderirem o open banking: a partir do 30 de março de 2022, os clientes que aderirem ao open banking receberão propostas de operações de créditos.

Compartilhamento de dados sobre operações financeiras: a partir de 31 de maio de 2022, iniciará o compartilhamento de dados sobre as demais operações financeiras como: câmbio, investimentos, previdência e seguro.

Compartilhamento de pagamentos por boleto: essa etapa está prevista para o dia 30 de junho de 2022. 

Compartilhamento de débito em conta: a partir de 30 de setembro de 2022, os clientes que aderirem ao open banking poderão compartilhar as informações de serviços de débito em conta. 

Esse conteúdo foi útil para você? Compartilhe com seus colegas que também se interessarão pelo tema e assine nossa newsletter para não perder nenhum conteúdo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.