Taxa de cartão de crédito: a verdade nunca contada!

A verdade que ninguém nunca contou aos lojistas sobre as taxas de cartão de crédito

Você conhece toda taxa de cartão de crédito que é cobrada na sua empresa?

Se a resposta for não, fique tranquilo.

É mais do que comum encontrar lojistas que não fazem ideia sobre o que se passa por trás da cobrança de taxas.

Por isso, hoje revelarei verdades que ninguém nunca contou a você sobre as tarifas de cartão.

Vamos lá?

Verdade #1: É preciso entender quais taxas são cobradas e como são cobradas

As taxas de operadoras de cartão de crédito cobradas podem variar bastante entre as operadoras ou mesmo do ramo de atividade da empresa.

E se você não sabia disso, já passou da hora de entender melhor as taxas que são cobradas aí na sua empresa.

Parece complexo, mas vamos ajudar você.

O primeiro passo é entender quem é importante no sistema de pagamentos.

Além das adquirentes, há outros três intermediários importantes:

  • as bandeiras, responsáveis por definir as regras de uso dos cartões;
  • os bancos emissores, que manufaturam e distribuem os cartões;
  • e os gateways de pagamentos, que processam as operações em compras online.

O segundo passo é entender quais são as taxas cobradas.

Há dois tipos de taxas cobradas:

  • Taxas-base: são aplicadas pela bandeiras dos cartões e aplicadas por igual a todas as operadoras. Essas taxas dificilmente podem ser negociadas;
  • Taxas fixadas: são determinadas pelas adquirentes para utilização dos serviços de pagamentos e podem ser negociadas antes da contratação. As taxas fixadas mais comuns são:
    • Taxas de transação: definidas por um percentual sobre cada venda;
    • Taxas fixas: valores invariáveis cobradas por determinados serviços (aluguel de máquinas de cartão, por exemplo);
    • Taxas ocasionais: que incidem mensalmente, mas não são cobradas irregularmente (estorno de chargebacks, por exemplo).

O terceiro passo é saber como isso tudo funciona na sua empresa.

Todas as taxas cobradas pelas operadoras podem ser enquadradas no passo anterior.

No entanto, é impossível dizer quais são todas as taxas existentes cobradas pelas operadoras.

Por isso, é tão importante que você saiba quais são e como funcionam no seu contrato.

E lembre-se: as taxas fixadas podem ser negociadas com a sua operadora. Então, além de avaliar as diferentes tarifas, você também pode fazer propostas.

Verdade #2: Se você não monitora suas taxas, talvez esteja perdendo dinheiro

Fato: se você não controla as taxas cobradas pelas suas operadoras, você tem um grave problema em mãos.

Afinal, hoje existem muitas:

  • operadoras;
  • bandeiras;
  • máquinas de cartão;
  • métodos de controle de transações.

São muitas formas de perder dinheiro e isso passar completamente despercebido.

No entanto, não é raro encontrar empresas completamente perdidas em suas tarifas.

Enquanto isso…

  • Podem estar sendo cobradas taxas diferentes daquelas que foram acordadas em contrato;
  • O contrato pode estar perto de encerrar (ou já ter encerrado) e as taxas foram alteradas;
  • Pode ter acontecido um reajuste de tarifas sem você saber.

Percebe como é importante controlar as taxas de cartão de crédito que estão sendo cobradas?

Desta forma, você consegue monitorar taxas diferentes e evitar graves prejuízos.

Ainda que o valor seja pouco, é importante não ignorar qualquer inconsistência.

Verdade #3: Nunca confie de olhos fechados na taxa de cartão que foi acordada no início do contrato

Quando se tem muitas transações, é bem difícil ter tempo para verificar todas as taxas cobradas pelas operadoras.

Eu sei disso.

No entanto, é comum que diversos varejistas relaxem e confiem de olhos fechados que as operadoras cobrarão apenas as taxas acordadas em contrato.

No entanto, erros podem acontecer e você pode perder dinheiro.

Por isso, é muito importante ter certeza de tudo que entra e sai da conta da empresa.

Uma das formas de fazer isso, é verificando os relatórios todos os meses.

Se forem encontradas inconsistências, o que não é incomum, você pode solicitar a correção dos valores.

Outra forma de verificar suas vendas, é através de um sistema de conciliação de cartões. Como o e-extrato, por exemplo.

De maneira automática, um sistema desse tipo consegue monitorar todas as vendas e identificar qualquer inconsistência de tarifa de forma otimizada.

Verdade #4: É possível monitorar as taxas de operadoras de cartão de crédito de forma segura e descomplicada

Monitorar as taxas de administração de cartão de crédito cobradas pelas operadoras é uma tarefa complexa.

Mas não é impossível.

O sistema de conciliação de cartão de crédito e-extrato concilia as vendas automaticamente e monitora as taxas cobradas de forma segura, eficaz e descomplicada.

Confira como ele pode ajudar você a não perder dinheiro:

Audita e monitora as tarifas

O sistema e-extrato consegue monitorar e auditar todas as tarifas das suas vendas.

Não precisa se preocupar, é tudo automático.

Desta forma, ao identificar qualquer problema, por menor que seja, o sistema notifica a você

Desta forma, é possível tratar qualquer inconsistência o quanto antes, evitando problemas maiores no futuro.

Informa o número de inconsistência em um quadro de avisos

Para saber se há inconsistências de tarifas ou quantas existem, é super simples.

O próprio sistema identifica e notifica a informação em um quadro de avisos dinâmico e direto.

Basta clicar, conferir em quais vendas existe alguma inconsistência e resolvê-las diretamente com a operadora.

Identifica quanto dinheiro já foi perdido somente em inconsistência de tarifas

Não precisa calcular nada.

Ainda no quadro de avisos, o sistema também informa quanto dinheiro foi perdido (ou pode ser perdido) com cobranças indevidas de taxas de cartão de crédito.

É fácil perceber como até mesmo pequenos valores podem fazer a diferença no fluxo de caixa da sua empresa.

Gostou do que o e-extrato pode fazer pela sua empresa? Que tal saber mais? Leia também como a nossa solução monitora as contestações de compra e ajuda a evitar prejuízos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *