Como saber negociar: 5 dicas valiosas para aprender de vez

Como saber negociar: 5 dicas valiosas para aprender a negociar como ninguém

Veja quais são as 5 regras de ouro que você pode seguir para aprender a como saber negociar como ninguém.

Quantas vezes você perdeu tempo ou dinheiro com negociações sem resultados satisfatórios?

Se a resposta não for o que você esperava, então este post caiu como uma luva.

Acredite, a negociação é um passo importante para todo gestor ou diretor financeiro.

Afinal, essa é uma atividade que você deve fazer sempre, seja com investidores, fornecedores, clientes ou outros stakeholders da sua empresa.

Por isso, confira a seguir como aprender a negociar bem e obter os melhores resultados na área financeira:

5 regras de ouro para aprender a negociar como ninguém

Prepare-se com bastante antecedência

Precisa fechar um acordo importante daqui a algumas semanas? Então, comece a se preparar hoje.

Logo, o primeiro passo é saber quais são os interesses da pessoa, ou empresa, com quem você quer fazer essa negociação e, além disso, entender o que o outro negociador pode oferecer em troca.

Essa preparação deve ser baseadas em fundamentos concretos e não na sua intuição.

Confira o que deve ser levado em consideração ao fazer a sua negociação:

  • Problema: defina qual problema deve ser solucionado de maneira objetiva;
  • Interesses: defina quais os interesses em comum e que podem ser úteis para ambos negociadores;
  • Critérios: defina quais serão as vantagens da negociação, baseadas em fundamentos lógicos e não em desejos pessoais;
  • Opções: após definir todos esses pontos, busque as melhores opções de forma flexível, por meio de um diálogo construtivo e, junto ao negociador, debatem qual a melhor opção para ambos.

Defina qual será a sua estratégia de negociação

Existem algumas estratégias que podem ser adotados antes de você iniciar a sua negociação e chegar a um acordo em comum com as partes.

Veja os 5 principais tipos de estilos de negociação:

  • Competição: o principal objetivo deste estilo de negociação é obter maiores vantagens do que a outra pessoa e não existe a intenção de encontrar um acordo que seja vantajoso para ambos. Neste caso, uma das partes sai perdendo ou não há nenhum acordo.
  • Evasão: neste caso, os negociadores parecem negar que existe um problema a ser resolvido e não caminham para lugar nenhum, pois a negociação em si é sempre evitada;
  • Colaboração: neste estilo de negociação, as partes expõem as suas opiniões, fazem diversas perguntas e se unem em busca de uma solução que agregue ambos os lados;
  • Acomodação: este estilo de negociação não tem nada a ver com perder, mas sim que um dos negociadores pode ceder além do razoável, por sua vontade, sendo uma estratégia para garantir um relacionamento com o outro negociador;
  • Conciliação: esta estratégia nada mais é do que um meio termo entre as partes em negociação, cedendo em alguns pontos, mas de uma maneira que favoreça os dois, para que os ganhos e as perdas sejam compensadores.

Exercite o seu controle e inteligência emocional

Se tem algo que não pode atrapalhar a sua negociação, é se deixar levar por suas emoções.

Logo, é fundamental trabalhar o seu controle e inteligência emocional.

Lembre-se que durante uma negociação é possível se deixar tomar por raiva, medo ou mesmo ansiedade.

A saída é trabalhar suas emoções e saber reconhecer quando você estiver com algum destes sentimentos durante um processo de negociação.

A dica é: procure sempre se observar durante a conversa e refletir se você está deixando o lado racional de lado e se deixando tomar por emoções ruins.

Domine a habilidade de convencer

“O bom negociador é aquele que domina a habilidade de convencer a outra parte de que a opção que ele oferece é a melhor possível” – Mário Rodrigues, Diretor do IBVendas.

Mas, e você sabe realmente convencer alguém?

Uma estratégia valiosa para convencer uma pessoa é saber exatamente o que o outro negociador quer.

Lembra do que falei sobre se preparar antes da negociação no primeiro tópico?

Se você está fazendo uma negociação com um grande investir, por exemplo, e ele não aceita os valores propostos, é interessante entender os motivos da recusa.

Compreendendo isso, você consegue dar uma segurança maior para o outro negociador, fazendo ele ter certeza de que está tomando uma boa decisão para ambas as partes

Documente tudo o que aconteceu na negociação

Imagine a seguinte situação: você faz a negociação, acorda um valor extremamente importante para a sua empresa, mas, dias depois, o outro negociador nega tudo e você não tem como provar o que foi discutido.

Percebeu o risco de não documentar as suas ações?

Portanto, não exite em documentar absolutamente tudo o que acontece em suas reuniões de negociação, além das solicitações e também as reclamações.

Se em algum momento, houver inconsistências no que foi acordado, você tem tudo arquivado para comprovar as ações.

Como saber negociar: A negociação não é uma guerra, mas sim um relacionamento

Muitos gestores e diretores acreditarem que a negociação, seja com investidores, fornecedores ou mesmo com o CEO da empresa, é como estar em um campo de batalha.

Mas, acredite, a melhor maneira de vencer uma negociação é apostando na transparência, sinceridade e criando um relacionamento.

Independentemente do tipo de negociação, a dica de ouro é mostrar o valor da solução que você oferece.

A partir do momento que você entende os problemas do negociador, você encontra a oportunidade para fechar incríveis projetos financeiros para a sua empresa.

Afinal, você não faz negócios em que não entende e desconfia.

Portanto, não queira que o seu negociador também aceite fazer um investimento, por exemplo, em algo duvidoso.

A chave para uma boa negociação de sucesso é o diálogo e um bom relacionamento com quem você negocia.

Percebeu com essas dicas simples podem salvar a sua negociação? Basta se preparar, obter as melhores informações e definir uma estratégia.

Continue aprimorando suas estratégias com o nosso post sobre a inteligência de dados para a área financeira. Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *