5 razões para você fazer Conciliação Bancária Automática

Conciliação bancária automática: 5 perguntas e respostas

Quer saber mais sobre conciliação bancária automática? Confira a resposta para as 5 perguntas mais frequentes sobre esse assunto.

Em um momento em que já se pensa na viabilização de pagamentos via NFC e QR code, o dinheiro em papel se torna cada dia mais obsoleto no varejo.

No entanto, as transações com cartões crescem a cada dia.

Esse aumento do volume de vendas no cartão impõe novos desafios aos varejistas:

  • Como você faz a sua conciliação bancária?
  • Você sabe se todas as suas vendas em cartão caíram corretamente em sua conta?
  • Sabe se as taxas aplicadas em cada operação estão corretas?

É a imprecisão nessas respostas que explica o crescimento da adoção de ferramentas de conciliação bancária automática das vendas em cartões.

Continue lendo para saber mais sobre essa prática.

O que é Conciliação Bancária Automática?

A conciliação bancária tradicional visa garantir que todas as operações financeiras sejam reconhecidas nos extratos bancários e na contabilidade da empresa.

Isso é feito através do confrontos das vendas via cartões e os valores recebidos na conta.

Com a conciliação bancária automática todo esse processo é feito de maneira automatizada.

Ou seja, o sistema de conciliação bancária verifica os extratos de cartões, analisa todas as vendas realizadas no mês e confere se há algum valor errado, alguma inconsistência ou mesmo uma fraude.

E tudo isso de maneira eficaz e rápida.

Confira a seguir 5 perguntas mais frequentes quando o assunto é conciliação bancária automática:

1. Existe mesmo um sistema capaz de integrar informações de vendas de todas as operadoras?

Sim, um sistema de conciliação de cartão de crédito apresenta tecnologia capaz de integrar os registros de vendas de mais de 70 operadoras, confrontando-os com seu extrato bancário.

Nesse processo de conciliação bancária automática, o sistema também audita tarifas e floats, além de gerar arquivo com dados de baixas nas parcelas (integrável ao seu ERP).

2. Essa ferramenta não faz a mesma coisa que um funcionário (manualmente)?

Não, é impossível chegar próximo ao nível de precisão de uma solução eletrônica.

Esse é o tipo de investimento que “se paga” com o fechamento do “vazamento financeiro” na empresa.

Além disso, não faz sentido perder tempo diariamente com indo conferir extrato por extrato no portal de cada operadora. Até porque você precisa conferir valor das vendas, antecipações, taxas aplicadas.

Deixar o fluxo financeiro da empresa ao sabor da sorte ou confiar apenas na conferência manual é verdadeiro risco corporativo.

3. Esse sistema de conciliação bancária automática nas vendas de cartões só confere compras à vista ou alcança também parcelamentos?

Uma ferramenta como o e-extrato cruza dados de vendas com os efetivamente recebidos na conta, tanto nas operações à vista como a prazo (no débito/crédito).

O trabalho com emissão de relatórios de provisionamento e recebimento das parcelas dá ao varejista tempo hábil para corrigir junto às operadoras eventuais erros de lançamento.

O fato de o sistema de conciliação de vendas no cartão jogar luz sobre os verdadeiros custos de cada operação torna mais fácil organizar o fluxo financeiro da loja. Isso, evidentemente, repercute no lucro líquido da empresa.

4. E a questão dos chargebacks? Há acompanhamento das contestações de pagamento?

Com certeza. O recebimento antecipado de informações é o foco das soluções em conciliação de vendas no cartão. Assim, o sistema gerencia chargebacks, acompanha contestações, cancelamentos e vendas duplicadas.

5. Com esse sistema de conciliação bancária automática, os dados de vendas permanecem no sistema por quanto tempo?

As operações de vendas no cartão costumam ficar disponíveis ao comerciante por poucos meses.

Quantas vezes você já precisou dar uma olhada nos dados do semestre anterior, chegando à conclusão que a falta de transparência no processo de vendas no cartão dificulta seu controle financeiro?

Esse é mais um problema eliminado por quem tem um sistema de conciliação bancária.

Um sistema desse tipo deixa todos os dados de vendas da empresa armazenados nos servidores por até 24 meses. Assim fica bem mais fácil gerenciar as finanças e tomar decisões gerenciais, certo?

Pois bem, que tal ter todas as máquinas de cartão em um único local, e o melhor, integradas ao banco? Conciliação de cartão de débito/crédito pode ser automática, rápida e sem a erros.

Basta ter uma solução de conciliação bancária automática!

Gostou do post? Aproveite para ler também: Conheça os benefícios da conciliação bancária

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *