Vender em marketplace vira vantagem competitiva na pandemia

Vender em marketplace vira vantagem competitiva na pandemia

A pandemia do Covid-19 trouxe consigo muitas mudanças ao mundo dos negócios. Os empresários precisaram lutar e se adaptar para sobreviver a um momento tão delicado como esse. Para muitos, vender em Marketplace se mostrou uma saída lucrativa para enfrentar a crise.

A seguir, mostraremos quais as vantagens competitivas que esse modelo pode trazer para o seu empreendimento durante a pandemia e mesmo depois que ela acabar.

O “novo normal” no comércio

Com o fechamento do comércio durante as medidas de isolamento social da pandemia, muitos consumidores adotaram novos hábitos para poder continuar efetuando suas compras.

Em vez de andar pelos corredores dos shopping centers, os consumidores passaram a navegar por lojas virtuais. Mesmo aqueles que tinham receio de comprar online, se viram obrigados a enfrentar essa barreira.

Se os consumidores estão na internet, é onde seu negócio também precisa estar para sobreviver à crise e continuar prosperando.

Contudo, para esses novos consumidores digitais ainda não é tão fácil comprar online. Por esse motivo, eles preferem comprar nos chamados Marketplaces de marcas conhecidas com as quais já possuem uma relação de confiança.

O que são Marketplaces

Os Marketplaces podem ser entendidos como uma espécie de shopping center virtual, onde várias lojas de diferentes ramos vendem seus produtos. Expor seus produtos em um Marketplace é como colocar sua mercadoria na vitrine de um shopping de grande circulação, por onde muitas pessoas passam diariamente.

O Marketplace é, portanto, um site de comércio eletrônico que expõe produtos de lojas parceiras para que seus consumidores possam comprá-los dentro da sua própria plataforma.

São exemplos de Marketplaces de grande renome Lojas Americanas, Magazine Luiza, Mercado Livre, Amazon, OLX, entre outros.

Basicamente qualquer loja regularizada pode se cadastrar e vender em um desses sites mediante o pagamento do valor de uma comissão a cada venda realizada.

Números do crescimento de Marketplaces na pandemia

O comércio eletrônico vinha crescendo ano após ano, contudo com a pandemia esse processo foi acelerado. Segundo dados do relatório Webshoppers da Ebit e Nielsen, já no 1º semestre de 2020 o e-commerce bateu o maior recorde dos seus 20 anos de funcionamento, com crescimento de 41% em relação a 2019.

Os Marketplaces, por sua vez, cresceram ainda mais, com aumento de 52% em 2020. Mais do que isso, houve um aumento de 23% de novos consumidores em relação ao ano anterior. São 13 milhões de pessoas que nunca tinham comprado na internet e passaram a comprar, denotando uma enorme oportunidade para quem deseja vender online.

Não somente há mais pessoas comprando online, como essas pessoas também estão gastando mais. Em 2020, o ticket médio aumentou para R$ 452,00. Dentro dos Marketplaces, o valor do ticket médio foi ainda maior, no montante de R$ 466,00. Tais valores são ainda expressivos em meses de datas sazonais.

A força dos Marketplaces é tão grande que 78% do faturamento total do e-commerce brasileiro ocorreu dentro dessas plataformas.

Vantagens de vender em Marketplace durante a pandemia

Como vimos acima, os Marketplaces cresceram e continuam crescendo estrondosamente e fazendo jorrar muito dinheiro para suas lojas parceiras. Confira a seguir quais são as vantagens de vender em Marketplace:

Baixo investimento

Entre as principais vantagens de vender em Marketplace está o baixo custo de investimento. Para abrir uma loja própria de e-commerce é necessário um investimento inicial considerável, além do valor mensal que será necessário para estratégias de marketing a fim de atrair os consumidores até o seu site.

Por outro lado, os Marketplaces já contam com uma estrutura pronta que não requer do vendedor um investimento inicial para começar a vender sua mercadoria.

Maior visibilidade

Estruturar um e-commerce próprio não é fácil e, além do dinheiro necessário, também precisa de tempo para começar aparecer os resultados. Vender em Marketplaces é, via de regra, obter o retorno mais rápido, visto que você entra em um site que já possui um alto número de potenciais compradores.

Ao vender em Marketplace, você tira proveito de todo o tráfego de visitantes deste site. Dessa maneira, sua marca tem maior alcance a um menor custo, uma vez que para atrair muitos visitantes a um site novo e desconhecido custa tempo e dinheiro.

Seus produtos estarão na vitrine de grandes shopping centers virtuais e alcançará consumidores que estariam fora do seu alcance.

Maior segurança

Muitos consumidores ainda têm receio de comprar pela internet. Para essas pessoas, é mais fácil comprar em um site de grande renome ou de uma marca que elas já confiam do que em uma loja que nunca tenham ouvido falar.

Ao vender em Marketplace, você se beneficia do renome dessas plataformas. O comprador se sente mais seguro ao comprar, por exemplo, no site das Lojas Americanas ou do Magazine Luiza, pois estes já possuem uma relação de confiança com esse consumidor.

O Marketplace garante ao consumidor que ele receberá pelo que pagou. No mesmo sentido, o vendedor que realiza todo seu processo dentro dessa plataforma também fica assegurado.

Deste modo, o Marketplace se apresenta como um meio seguro tanto para o vendedor quanto para o comprador. E, mais do que isso, te ajuda a vender para pessoas que, provavelmente, não teriam confiança de comprar diretamente de você de imediato.

Portas sempre abertas

Uma das maiores dificuldades durante os lockdowns da pandemia foi o fechamento do comércio. Por mais de uma vez, empresários se viram obrigados a fechar as portas e reduzir seu faturamento diário a zero.

Na realidade, mesmo quando o comércio está funcionando normalmente, a sua loja respeita o horário comercial, ficando a maior parte do dia fechada e, portanto, sem lucrar. Por outro lado, a internet está sempre de portas abertas para quem deseja fazer compras.

Vender em Marketplace significa ter uma loja aberta 24 horas por dia sem que seus custos aumentem por isso.

Tendência que veio para ficar

Embora o hábito de se comprar online tenha aumentado exponencialmente em decorrência da pandemia, a tendência é que ele se mantenha mesmo após o fim da crise sanitária. Destacamos aqui que 83% dos novos consumidores declararam que voltariam a fazer compras online.

A pandemia e o mundo dos negócios

Você agora já sabe as vantagens de vender em marketplace. Contudo, muita coisa mudou no mundo dos negócios durante a pandemia e a maneira como efetuamos pagamentos também foi uma delas. 

Para entender mais sobre essas mudanças e sobre o que esperar para os próximos anos, baixe gratuitamente o e-book Mundo Financeiro de 2021 da Boavista Tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *